Empresas de Umuarama aderem ao Programa Empresa Cidadã

Postado em: 14 de Fevereiro de 2019

Por um tempo, praticar a Responsabilidade Social era visto como uma estratégia por parte das empresas para melhorar sua imagem institucional perante os clientes. O fato é que se antes este investimento poderia ser confundido como marketing, hoje as empresas têm dado uma grande atenção no impacto de seus negócios na sociedade e portanto, as principais marcas criaram até novos departamentos, que cuidam especificamente de projetos e apoios para amenizar os problemas sociais e ambientais.

A ALPES COMBUSTÍVEIS tornou-se Empresa Cidadã do Rotary Club de Umuarama e segundo o diretor Petterson Rezende, 38 anos, esta é a primeira iniciativa da distribuidora de combustíveis em Responsabilidade Social.

A empresa tem três anos de mercado e atua nos estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. “Já conhecia o Rotary e achei o programa viável e interessante. É uma forma de retribuição que damos à comunidade pelas nossas conquistas. Claro que os clientes enxergarão com bons olhos a nossa iniciativa, mas a nossa parceria tem o objetivo de poder melhorar a qualidade de vida de outras pessoas”, atesta Petterson. 

A EXCLUSIVA ELEVADORES também apoia pela primeira vez uma ação voltada ao lado social. Segundo o empresário Oséias Moreira, 38 anos, a empresa de Umuarama tem três anos de fundação e  começou após uma vasta experiência adquirida pelos sócios trabalhando na área de elevadores.

Possuem 05 colaboradores e atendem os estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e São Paulo. Trabalham com fabricação, instalação e manutenção de elevadores de passageiros.

“Tive o prazer de conhecer o Rotary através do presidente Rodrigo Pitioti. Como sabemos que o Rotary é uma organização admirada por todos, decidimos associar nossa empresa à marca”, explica Oséias.

Com 22 anos de história, a NUTRIRAMA trabalha com a fabricação de Sal Mineral, vitaminas e aditivos, com foco em nutrição animal. O diretor da empresa, Nestor Lorca Garnés, 63 anos, conta que as atividades começaram em 1997, na Av. Ângelo Moreira da Fonseca, com apenas 1 funcionário juntamente com ele, sua esposa e filhos.

“Passamos por muitas dificuldades no início, mas com a graça de Deus e muito trabalho hoje atuamos em 13 estados e contamos com a colaboração de 14 funcionários internos na empresa e mais 13 representantes externos, além de 37 representantes autônomos”, detalha.

A empresa tem em sua trajetória outras ações sociais de apoio, como para a APAE, Uopeccan e igrejas locais. “Conhecia o Rotary de ouvir falar, pois já participei de vários eventos da organização e temos clientes e amigos que são rotarianos, mas através do Fábio e outros amigos que comecei a contribuir com o programa Empresa Cidadã. Quando recebi o convite não tive a intenção de me expor, mas tenho certeza que contribuirá muito para a empresa, pois o Rotary é uma instituição mundialmente respeitada”, afirma Nestor.

Programa Empresa Cidadã – O Distrito 4630 fechou em dezembro passado com 284 Empresas parceiras, desde pequenas, médias a de grande porte. Graças ao sucesso dos nosso projetos, que inclusive, podem ser vistos mensalmente no informativo Comunicado Mensal, a cada ano conquistamos a confiança de mais empresários.

Retorno – Além de contribuir com as causas humanitárias do Rotary, que promove a realização de projetos que sejam duradouros e sustentáveis ao longo do tempo, a empresa recebe um Certificado da ABTRF (Associação Brasileira da The Rotary Foundation) ao completar a contribuição anual, um selo eletrônico que pode ser utilizado nas assinaturas dos e-mails e site, sua marca também será exposta em um banner nos locais/eventos do clube parceiro e seu logotipo divulgado em todas as edições do informativo mensal da governadoria.

“O principal objetivo das Empresas Cidadãs é fortalecer os objetivos rotários e a responsabilidade social, levando melhorias constantes para as comunidades, através de projetos consistentes, que tenham continuidade após a entrega feita pelos rotarianos. Esperamos que ao visitar o projeto, por exemplo, daqui a 10 anos, ele esteja em pleno funcionamento”, afirma o presidente da Comissão da Fundação Rotária, governador 2015-16 Renato Tavares.

Por Larissa Nakao

Comunicação Corporativa

Localizar site dos clubes