Mostrando todas as publicações do Distrito

Fundador da Marchezan Metais: “Parceria com Rotary é de grande valor”

Nailor Antônio Marchezan, 70 anos, é presidente e sócio fundador da Marchezan Metais, indústria também parceira do Rotary por meio do Programa Empresa Cidadã. O apoio se deu através do presidente do Rotary Club de Santa Isabel do Ivaí, Emanuel Pedro Agostinho. “O Emanuel presta serviços na área de segurança do trabalho para nossa empresa e é engajado nessa causa de fazer o bem, buscando sempre apoiadores. A idoneidade do Rotary e a justa causa de promover o bem aos mais necessitados nos despertou em fazer parte do programa”, afirma Nailor. A Marchezan Metais se situa em Loanda, tem 15 anos de história e uma média de 100 colaboradores. As vendas estão pulverizadas em todo o Brasil. “Contamos com uma equipe de representantes que levam nossa marca até o lojista. Nosso ramo é o de Metais Sanitários, no qual se destacam produtos como torneiras, monocomandos, acessórios para banheiro, entre outros”, explica o presidente da empresa. Conforme Nailor, ele já conhecia um pouco do que o Rotary realiza. “É um trabalho humanizado, com a união de pessoas com a missão de realizar trabalhos voluntários, visando combater a pobreza, a fome, levando o saneamento básico aos que não têm, erradicação de doenças e várias outras causas nobres”, pontua. A Marchezan Metais também apoia outras organizações com a mesma finalidade e sobre a parceria com o Rotary ele destaca que possa transmitir aos clientes e comunidade uma imagem melhor do seu negócio. “Acredito que a união faz acontecer, o objetivo principal é a ajuda ao próximo, a imagem da empresa associada ao Rotary é de grande valor”, diz. Conheça mais sobre a empresa em www.marchezanmetais.com.br Santa Isabel do Ivaí rumo a superar a meta Emanuel Pedro Agostinho, presidente do Rotary Club de Santa Isabel do Ivaí, afirma que o objetivo até o final do ano rotário é superar a meta dada pelo governador Carlos Naves em relação às Empresas Cidadãs. Segundo ele, que é comerciante, primeiramente colocou sua empresa como parceira do Rotary. “Tinha que dar o exemplo colocando a minha empresa no programa. Se ele é bom e funciona, como buscar parcerias se eu mesmo como empresário não tinha ainda feito a adesão? Então minha empresa tornou-se também Empresa Cidadã. Temos buscado empresas que já conhecemos. Fazemos a visita sempre em mais companheiros, priorizando aqueles que são mais próximos do contato da empresa ou do empresário”, explica Emanuel.  Por Larissa Nakao Comunicação Corporativa  

Postado em 20 de Dezembro de 2018

Mais um Projeto Global do 4630 encerrado com sucesso

Um projeto de Subsídio Global com atuação em escolas públicas de Chicago, nos Estados Unidos, a Joyce Kilmer Elementary School e a Theodore Roosevelt High School, acaba de ser finalizado, com resultados satisfatórios. Uma parceria do Distrito 4630 iniciada na gestão 2014-2015 pelo governador Francisco Scarpari Neto com o Distrito 6450, Distrito do fundador do Rotary International, Paul Harris, com o primeiro Rotary Club do mundo, o Rotary Club de Chicago. Escolas, principalmente as localizadas nas periferias ou em comunidades em regiões de vulnerabilidade por questões de etnias, por exemplo, vivenciaram por quase 20 anos um grau extremo de violência. É comum ainda nos Estados Unidos, os casos de ataques em escolas, tornando essas atrocidades como algo corriqueiro na vida dos alunos americanos. Formação de gangues, ausências nas aulas, uso de drogas e falta de perspectiva para o futuro, foram algumas das consequências da extrema violência, sem falar em situações de alunos com estresse pós traumático.  “Com a ajuda do procurador geral do Distrito e do Secretário de Educação de Chicago, foi iniciado em 2015-2016 o programa, que utilizou os seguintes recursos com os alunos: 1) Peace for School - Escola Pacífica, 2) Play for Peace - Brincando para exercer a Paz, 3) Alternatives inc., - Alternativas Pacíficas e o 4) Youth Empowerment Seminar (YES) - Seminário para dar poder à paz”, explica Scarpari. Alguns dos Resultados Alcançados: 41% DECRÉSCIMO EM AGRESSÕES E BRIGAS. 36% DECRÉSCIMO EM COMPORTAMENTO DE BULLYING. 49% DECRÉSCIMO EM RAIVA E RANCOR. 47% ACRÉSCIMO EM CARINHO E COMPORTAMENTO COOPERATIVO. 42% dos estudantes reportaram um decréscimo em estresse percebido. Segundo a diretora da Theodore Roosevelt High School, Pilar Vazquez Vilalba, o programa YES ajudou os alunos a superarem as mudanças que ocorreram na escola. Após uma diminuição no orçamento, ela teve que cortar seis grandes professores. “Incorporando o programa YES na escola foi uma forma dos alunos terem tempo para processarem as mudanças que aconteceram na vida escolar. Ajudou a ajustá-los, pois foi lhes ensinado uma maneira diferente de lidar com o estresse, o conflito, a incerteza, a instabilidade e principalmente o medo”, reforça. Vale ressaltar que os alunos chegaram a realizar um protesto devido aos cortes do corpo docente, que foi relatado e televisionado no noticiário das emissoras locais. Por Larissa Nakao Comunicação Corporativa       

Postado em 17 de Dezembro de 2018

Projeto Jovem Aprendiz recebe Projeto Distrital

A entidade Lins de Vasconcellos de Maringá recebeu no dia 17 de novembro, Projeto de Subsídio Distrital no valor de R$ 12.076,00, destinado ao programa de Inclusão Jovem Aprendiz que funciona junto a várias empresas de Maringá e região, com aproximadamente 500 jovens da comunidade. A entrega do projeto foi uma parceria dos 14 Rotary Clubs de Maringá e o Rotary Club de Sarandi Renascer com a Fundação Rotária, com a aquisição de equipamentos de audiovisual, computadores e acessórios, que ajudarão na ampliação do trabalho e treinamento dos participantes. Segundo a supervisora pedagógica da Lins de Vasconcellos, Cláudia Tatiana Moreira Ribeiro, o projeto distrital possibilitará aos adolescentes jovens aprendizes momentos de aprendizagem, com aulas dinâmicas, uso de vídeos, apresentações em slides e pesquisas na internet. Também a ampliação do universo informacional, artístico e cultural de crianças e adolescentes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, além do estímulo ao desenvolvimento de potencialidades, habilidades, talentos, propiciando sua formação cidadã para o mercado de trabalho. “A entidade tem como objetivo manter a criança e o adolescente longe de situações de risco e vulnerabilidade social. Por meio do projeto, eles ampliarão seus conhecimentos e terão uma oportunidade de serem protagonistas de suas histórias. Por meio da inserção nas empresas, é possível que os adolescentes contribuam com o aumento da renda da família, reduzindo a pobreza na comunidade”, fala a supervisora pedagógica. Por Larissa Nakao Comunicação Corporativa

Postado em 12 de Dezembro de 2018

Fazenda Esperança será entregue em 2019

A Fazenda Esperança, resultado do Projeto de Subsídio Global do Rotary Club de Jandaia do Sul em parceria com a Fundação Rotária e os Distritos 4630 e 4710, está perto de ser concluída, com previsão de entrega para o primeiro trimestre do ano que vem. O barracão com capacidade para a criação de 35 mil aves será finalizado neste mês. Após a conclusão, o primeiro lote de aves entrará em produção, que levará cerca de 60 dias. No local, que fica na área rural de Jandaia do Sul, já funciona o cultivo de pomares e hortas, cuja produção é comercializada para a comunidade e atende também as demandas da fazenda, que é cooperada à Cooperativa Aurora, fornecedora dos filhotes. O projeto conta com os equipamentos da CASP para o aviário, responsável pela assistência técnica. Para manter a funcionalidade do aviário, haverá o fornecimento de energia elétrica por 24 horas, para garantir a distribuição de ração, alimentação, ventilação, iluminação e temperatura adequada. Atualmente de 25 a 30 internos de várias partes do Brasil moram na Fazenda Esperança, um projeto que começou com a igreja Católica e que possui mais de 35 anos de experiência na recuperação e reinserção ao mercado de trabalho de dependentes químicos. São mais de 140 unidades espalhadas no Brasil e no exterior.  “Voluntários da sociedade administrarão a fazenda, que já funciona com um encarregado que mora lá com sua família. Esses internos possuem uma rotina, de oração e atividades, que são cumpridos para que possam se manter na fazenda por no mínimo 1 ano, período em que eles se preparam para ter uma nova oportunidade de vida e conseguir um trabalho”, explica o presidente do Rotary Club de Jandaia do Sul, Muriel Henrique Aguiar. Fazenda Esperança – A Fazenda é uma comunidade terapêutica, considerada a maior iniciativa na América Latina, promovendo a regeneração na vida de muitas famílias, presente em mais de 22 países. Contando com a ajuda de voluntários dedicados da sociedade, a Fazenda Esperança trabalha a autoestima e resgata a dignidade dos seus participantes, baseada na combinação trabalho, espiritualidade e convivência. Em 2017, cerca de 3 mil acolhidos e suas famílias foram acolhidos pelo programa considerando todas as unidades no Brasil.  Por Larissa Nakao Comunicação Corporativa

Postado em 06 de Dezembro de 2018

Localizar site dos clubes